Home Propostas Diversidade e Inclusão – reconhecer e acolher a diversidade

Diversidade e Inclusão – reconhecer e acolher a diversidade

por Construir Juntos

Desenvolver ações que visem fomentar igualdade de oportunidades e tratamento, bem como de compensar perdas provocadas pela discriminação e marginalização, decorrentes de motivos raciais, étnicos, religiosos, de gênero e por deficiências, neste contexto é que a Secretaria Geral de Ações Afirmativas, Diversidade e Equidade (SAADE) atua Onde reconhecer a diversidade e percebê-la como positiva. Acolher a Diversidade e propor ações de acolhimento do diverso e atuar no sentido de combater qualquer prática discriminatória.

Principais Avanços

  • Implantação das Comissões de Verificação da Autodeclaração Raça/Cor e Pessoa com Deficiência no ingresso da matrícula;
  • Parceria com o Conselho da Comunidade Negra nos municípios onde se encontram os campi UFSCar;
  • Parceria com as Coordenadorias de Igualdade Racial do Executivo, nos municípios onde se encontram os campi UFSCar;
  • Parceria com a Diretoria de Ensino Estadual para qualificação dos diretores, supervisores e assessores no que tange reserva de vagas na UFSCar;
  • Implantação da Comissão ACNUR`(refugiados), para orientação, acompanhamento, assessoramento etc, aos refugiados existentes na UFSCar;
  • O mapeamento das Pessoas com Deficiência na UFSCar;
  • O início do mapeamento Étnico e Gênero;
  • Parceria entre SEaD/SAADE na proposta do Prodin “Acessibilidade na UFSCar: construção de Recursos Educacionais Abertos (REA)”;
  • Acolhimento anual de estudante indígenas e estrangeiros, antes do início das atividades acadêmicas, promovendo o desenvolvimento de atividades voltadas à ambientação, informação e acesso ao funcionamento da UFSCar nos 4 campi.

Principais Propostas

  • Institucionalização da Comissão de Verificação da Autodeclaração Raça/Cor;
  • Ampliação da avaliação da comissão para denúncias interna de fraudes Raça/cor.
  • Parceria com o Governo do Estado – Secretaria Estadual de Educação abrangendo todas as diretorias de Ensino na qualificação das reservas de vagas;
  • Fortalecer o Acolhimento Indígena;
  • Fortalecer parceria com ACNUR (refugiados);
  • A conclusão do mapeamento Étnico e Gênero;
  • A reserva de vagas étnica na Pós Graduação;
  • Uma representação oficial e exclusiva da SAADE em outros campus da UFSCar;
  • Garantir acessibilidade em todos os vídeos institucionais para pessoas surdas ou com algum grau de surdez (Intérpretes de libras em todos os vídeos institucionais);
  • Garantir acessibilidade em todos os vídeos institucionais para pessoas cegas ou com algum grau de cegueira;
  • Intensificar, a partir de ações do Prodin Acessibilidade, a construção de recursos educacionais abertos (REA) para favorecer a formação de pessoas no trato com Pessoas com Deficiência (PcD);
  • Propor em parceria entre SAADE, ProACE e SEaD um evento institucional para reflexões e ações sobre a Diversidade e Inclusão;
  • Acolher a diversidade e incentivar o diálogo entre diferentes saberes, promovendo a interculturalidade;
  • Garantir o reconhecimento e o acolhimento da diversidade em momentos de pandemia (e em pós-pandemia) em todas as ações institucionais.

Cronograma Simplificado

 

2020

2021

2022

2023

2024

Institucionalização  

X

X

X

 
Ampliação da comissão  

X

X

   
Parceria governamental  

X

X

   
ACNUR

X

X

     
Mapeamento

X

X

X

   
Reserva de vagas

X

X

     
Representação SAADE

X

X

X

   
Vídeos institucionais LIBRAS  

X

X

X

 
Vídeos institucionais – DV  

X

X

X

 
PRODIN Acessibilidade

X

X

X

   
Evento institucional  

X

     
Em tempos de pandemia

X

X

X

   

Palavras do Gestor

As unidades afins têm como finalidade principal garantir a igualdade de oportunidade e equidade à toda comunidade universitária, através das ações de políticas afirmativas, principalmente àqueles que tiveram seus direitos obstruídos provocados pelos preconceitos, discriminação, marginalização, homofobia, racismo e toda forma de intolerância. Tal medida se faz sendo Guardiões dos Direitos Humanos na promoção, avaliação, debates, rodas de conversas, campanhas conjuntamente com a comunidade.

Leia também