Home Propostas Graduação

Graduação

por Construir Juntos

A graduação é o grande pilar da universidade pública e gratuita. Os egressos serão, em grande parte, os responsáveis pela melhoria da educação em todos os níveis e pelo avanço do conhecimento na sociedade. É preciso trabalhar para que as práticas de ensino, de aprendizagem e de gestão possam servir como referência de qualidade para a sociedade. A UFSCar é reconhecida por sua excelência em educação superior, estando entre as melhores instituições de ensino superior do país em diversos rankings há anos e, segundo o ranking Folha (https://ruf.folha.uol.com.br/2019/ranking-de-universidades/principal/), a UFSCar ocupava, em 2019, a 7ª posição no quesito ensino. Alguns avanços significativos foram feitos nos últimos anos – como a implantação do PAAEG -, mas ainda existem vários desafios a serem superados para que a UFSCar atinja a primeira posição no ranking de ensino. Trabalhando juntos podemos construir A MELHOR graduação do país!

Principais Avanços

  • Execução rigorosa, com revisão permanente e dialógica das práticas utilizadas, de todos os procedimentos de rotina dos cursos de graduação, desde o ingresso até a formatura, incluindo o acompanhamento próximo dos processos regulatórios dos cursos e promoção de eventos formativos para os docentes.
  • Criação do Programa de Atendimento Acadêmico aos Estudantes de Graduação (PAAEG), com tutorias em todos os campi para disciplinas com altos índices de reprovação, incorporação e ampliação da tutoria para estudantes indígenas e estrangeiros.

https://www.facebook.com/tvufscar/videos/2229392747287041

  • Regulamentação das viagens didáticas, com destaque de verba e editais. (Resolução CoG nº 140, de 26 de junho de 2018)
  • Aprovação de diretrizes institucionais para os cursos de licenciatura. (Resolução CoG no. 181, de 18 de setembro de 2018)
  • Aprovação de Políticas Institucionais de Formação Continuada de Docentes da UFSCar (Resolução CoG nº 229, de 20 de maio de 2019)
  • Mudanças nos procedimentos de análise de recursos de alunos, conferindo mais poder de decisão aos Conselhos de Curso e maior celeridade transparência aos processos. (Resolução CoG nº. 224, de 26 de fevereiro de 2019)
  • Definição de políticas institucionais relacionadas à mobilidade/estágio no exterior (Resolução CoG nº 235, de 18 de junho de 2019)
  • Proposição de diretrizes institucionais para o ensino de graduação na modalidade a distância na UFSCar, seja para cursos EaD ou inclusão de limites de EaD em cursos presenciais (ainda em fase de discussão)
  • Reestruturação das atividades de graduação ao longo da crise causada pela pandemia, com atenção especial aos discentes em vulnerabilidade socioeconômica e acompanhamento pedagógico dos docentes. Foram realizadas várias ações de coleta de informações junto aos estudantes e aos docentes, com proposição de resoluções em tempo de pandemia.

Principais propostas

  1. Dar suporte para a comunidade acadêmica nos desdobramentos da crise em função da pandemia da COVID-19 e propor soluções para as demandas dos cursos de graduação nas questões decorrentes dos atrasos e problemas gerados pelo longo período de suspensão das atividades presenciais. Atuar junto ao MEC e as demais IFES para garantir direitos da comunidade acadêmica e meios para viabilizar as atividades curriculares dos cursos de graduação.
  2. Discutir propostas sobre modelos de ensino híbrido e percentual de atividades a distância nos projetos pedagógicos, incentivar a aprimoração das metodologias de aprendizagem e o uso das tecnologias digitais de informação e comunicação.
  3. Buscar melhorias para as infraestruturas de ensino e criar condições de mais segurança para os laboratórios de ensino. Trabalhar para a modernização, adequação e expansão dos laboratórios de ensino, dos ambientes pedagógicos e das salas de aula de um modo geral. Apoiar a aquisição de aplicativos de uso educacional, acompanhar ações das bibliotecas visando a disponibilização e parceria com editoras para adoção de livros digitais.
  4. Prever, no calendário acadêmico, momentos de planejamento das atividades curriculares, estimulando o entrosamento entre os docentes que ministrarão aulas para um mesmo curso (e especialmente um mesmo perfil), discutir um modelo de coordenação para as “disciplinas de serviço” para garantir que sejam coerentes com os projetos pedagógicos dos cursos atendidos.
  5. Discutir novas estratégias para turmas de recuperação, principalmente no caso que o aluno tenha cursado a disciplina mais de duas vezes, com aprovação em frequência. Discutir os critérios para perda de vaga.
  6. Flexibilizar as normativas internas para aproveitamento de estudos a fim de estimular a mobilidade nacional e internacional. Ampliar as possibilidades de mobilidade estudantil entre campi e entre modalidades (EaD e presencial).
  7. Apoiar a realização de atividades acadêmicas complementares e de extensão, como as competições estudantis e as semanas dos cursos. Incentivar atividades complementares e de extensão voltadas para as necessidades atuais da sociedade, como sustentabilidade, empreendedorismo, saúde mental, liderança e gestão de projetos.
  8. Promover ações de acolhimento estendido, com uma proposta de prover aos ingressantes um período de “imersão acadêmica” e ações de apoio ao novo aluno para que ele possa manter-se equilibrado neste período de transição e adquira condições de seguir fortalecido ao longo de sua trajetória acadêmica.
  9. Apoiar o aluno de último ano para que possa se sentir seguro para fazer a transição de estudante a profissional atuante. Criar canais de fortalecimento do estágio supervisionado junto às escolas, instituições de saúde e empresas da região.
  10. Propor soluções para os cursos noturnos, cujos alunos dificilmente têm acesso às ações de apoio e acolhimento e a toda a infraestrutura de apoio da universidade.
  11. Garantir direitos dos estudantes com deficiência e de todos os que sejam afetados por qualquer problema de saúde que requeiram condições especiais para os procedimentos de aprendizagem. Apoiar os discentes e docentes nas ações de acessibilidade no ensino.
  12. Atuar de forma comprometida nas ações da instituição para prevenção e promoção da saúde mental.
  13. Valorizar a diversidade na universidade e combater toda forma de assédio, abuso e violência.
  14. Investir na comunicação com a sociedade e na divulgação dos cursos de graduação. Dar suporte para os sítios de internet e criar material institucional para divulgação dos cursos, organizar e estabelecer canais de comunicação via mídias sociais com a comunidade interna e a sociedade de uma forma geral. Apoiar a divulgação de eventos relacionados com a graduação em todos os campi.
  15. Discutir os procedimentos de ingresso, a possibilidade de ampliação de reserva de vagas (especialmente para candidatos com deficiência em função de recentes retrocessos na legislação), prover melhorias nos ingressos especiais (música, refugiados, indígenas, transferências e editais especiais).
  16. Estimular a atualização e internacionalização dos projetos pedagógicos dos cursos de graduação.
  17. Promover ações de internacionalização em casa, facilitando a mobilidade estudantil e oferta de disciplinas em outras línguas, bem como o aproveitamento de atividades realizadas por meios virtuais em instituições estrangeiras.
  18. Investir na criação de um programa de contato com o egresso como forma de retroalimentar a análise e o planejamento dos cursos de graduação.
  19. Promover discussões coordenadas com empresas, instituições e conselhos profissionais visando identificar a aceitação dos nossos formandos e a identificação de desafios para atualização dos projetos pedagógicos.
  20. Investir na atratividade e captação de alunos da região, desenvolvendo um trabalho consistente de divulgação e integração da UFSCar junto aos alunos do ensino médio.
  21. Valorizar a docência, promover editais para apoiar projetos de inovação pedagógica, viabilizar participação em mais momentos formativos e em congressos de discussão sobre a educação superior de acordo com a área do curso. Fomentar as iniciativas de formação docente na UFSCar. Valorizar as publicações dos docentes voltadas para a divulgação das experiências e estratégias de ensino e aprendizagem nos cursos. Discutir a implantação de um Prêmio de Reconhecimento voltado para a graduação.
  22. Apoiar ações do Núcleo de Formação de Professores.
  23. Investir em melhorias no sistema de gerenciamento acadêmico.
  24. Prover meios para que os números e estatísticas da graduação sejam continuamente coletados, analisados e divulgados; aprimorar o acesso à informação sobre a retenção e evasão escolar para implementar ações para minimizá-las; fortalecer a Comissão Própria de Avaliação (CPA); fazer o planejamento estratégico das ações de graduação com base nos diagnósticos obtidos através dos números e da avaliação da CPA.
  25. Elaborar, implementar e acompanhar a política de segurança da informação relativa ao acervo acadêmico da graduação e migração do acervo físico para acervo digital.
  26. Construir políticas internas para buscar mais recursos para as secretarias, coordenações de curso de graduação e para os Departamentos de Ensino. Promover momentos formativos e de integração para os TA’s que atuam na ProGrad, nas coordenações de cursos e nas chefias de departamento. Investir em melhorias de uma gestão multicampi.
  27. Aprimorar a carta de serviços da ProGrad para a comunidade externa, em especial, rever os procedimentos de revalidação de diplomas, discutir mecanismos de revalidação de diplomas de pessoas refugiadas.
  28. Atuar de forma integrada com os demais setores da universidade – em especial, PROACE, PROEX, SEaD, SIn, SAADE, SRInter, SIBi, Agência de Inovação, SPDI, Ouvidoria e PU.
  29. Discutir a viabilidade e a pertinência da criação de novos cursos de graduação na UFSCar em áreas estratégicas de demandas da sociedade ou em rede com outras universidades. Realizar, de forma dialógica, um planejamento da graduação na UFSCar a longo prazo.
  30. Valorização da indissociabilidade das atividades de ensino, pesquisa e extensão (EPE) e aprimoramento das estratégias de integração.

Cronograma

Ações PROGRAD

2020

2021

2022

2023

2024

1. Suporte pandemia da COVID-19

X

X

X

X

X

2. Aprimoração de modelos pedagógicos

X

X

X

X

X

3. Infraestruturas de ensino    

X

X

X

4. Planejamento das atividades curriculares

X

X

X

X

X

5. Estratégias de recuperação    

X

   
6. Flexibilização e mobilidade entre campi    

X

   
7. Atividades acadêmicas complementares

X

X

X

X

X

8. Ações de acolhimento estendido

X

X

X

X

X

9. Ações de apoio ao formando    

X

X

X

10. Cursos noturnos    

X

X

X

11. Acessibilidade no ensino

X

X

X

X

X

12. Prevenção e promoção da saúde mental

X

X

X

X

X

13. Diversidade e prevenção do abuso

X

X

X

X

X

14. Comunicação e divulgação    

X

X

X

15. Procedimentos de ingresso    

X

X

X

16. Internacionalização dos PPC      

X

X

17. Ações de internacionalização em casa      

X

X

18. Ações envolvendo egressos    

X

X

X

19. Diagnóstico externo dos cursos    

X

   
20. Atratividade de alunos da região

X

X

X

X

X

21. Valorização da docência

X

X

X

X

X

22.  Núcleo de Formação de Professores

X

X

X

X

X

23.  Sistema de gerenciamento acadêmico

X

X

X

X

X

24. Números, estatísticas da graduação e CPA

X

X

X

X

X

25. Política de segurança da informação

X

X

X

X

X

26. Políticas e ações internas na ProGrad

X

X

X

X

X

27. Carta de serviços para a comunidade externa

X

X

X

X

X

28. Integração com os demais setores da UFSCar

X

X

X

X

X

29. Novos cursos de graduação    

X

X

X

30. Estratégias integradoras do tripé EPE

X

X

X

X

X

Visão de Futuro

A educação é a base para qualquer sociedade e a formação de profissionais no nível de graduação é o grande sustentáculo da universidade pública e gratuita. Os profissionais formados serão, em grande parte, os responsáveis pela melhoria da educação em todos os níveis de ensino e pelo avanço da qualidade de vida e do conhecimento na sociedade.

Precisamos trabalhar para que as nossas práticas de ensino, de aprendizagem e de gestão possam servir como referência de qualidade e de zelo pelo importante encargo que recebemos da sociedade.

Com planejamento e com colaboração, esperamos continuar a construirmos juntos as soluções que respondam aos desafios e às necessidades atuais da sociedade, em especial da juventude participante da universidade.

 Palavra do Gestor

A ProGrad é o setor responsável por colocar em prática, de forma integrada com outros setores da universidade e orientada pelo Conselho de Graduação, as políticas e diretrizes do ensino de graduação na UFSCar. Com o apoio da comunidade acadêmica, a dedicação das coordenações e, principalmente, da equipe que compõe a ProGrad, aprimoramos muitos dos nossos procedimentos,  e avançamos em algumas frentes importantes:  na regulamentação das  viagens didáticas, na criação de um amplo programa de apoio acadêmico,  na celeridade e transparência em análises de recursos estudantis, na aprovação de políticas de atenção à formação continuada de docentes da UFSCar e de diretrizes institucionais para os cursos de licenciatura, na proposta de  normatização  da mobilidade e dos estágios no exterior, na elaboração  de diretrizes para o ensino a distância em cursos presenciais e EaD, e no enfrentamento aos obstáculos impostos pela pandemia da COVID-19. Temos muitos desafios que serão enfrentados na nova gestão: aprimorar nossas ações de acolhimento, aproximar a comunidade com avanços na gestão multicampi, trabalhar para garantir da qualidade e atualidade dos nossos cursos, prestar o atendimento adequado às demandas da comunidade acadêmica, garantir a agilidade na proposição de regulações e procedimentos para dar enfrentamento às situações que assim o exigirem. Estamos preparados. A ProGrad quer continuar a ser o espaço referencial do diálogo e do respeito para atender as demandas e os desafios que envolverem a graduação da UFSCar.

Leia também